Google Analytics 4 – A nova geração de analytics

06 Out, 2022 | Marketing e comunicação [digital]

O Google Analytics está a mudar e existe uma nova versão de propriedade que deve activar desde já: o GA4 ou Google Analytics 4. Até há pouco tempo utilizávamos o UA3 ou Universal Analytics 3, mas esta propriedade vai deixar de existir totalmente.

O Google analytics 4 (GA4) e o Universal Analytics (UA3) são duas versões diferentes de propriedade do Analytics.

A propriedade é um conjunto de relatórios de Google Analytics, e todos os dados relacionados com um ou mais websites ou apps. Numa mesma propriedade deve reunir todos os dados que pretende analisar em conjunto.

Estes relatórios e dados recolhidos vão ser distintos consoante o tipo de propriedade que esteja a utilizar. Neste momento pode criar Google Analytics 4 e Universal Analytics.

Pode criar apenas uma delas, ou ambas, tendo acesso a diferentes tipos de dados e perspectivas de análise sobre os mesmos.

A nova geração de Google Analytics – GA4

A nova propriedade de Analytics chegou há já algum tempo, mas os utilizadores estão receosos de passar a utilizar esta nova forma de medição e análise.

Não tem de ter receio. Apenas conhecimento de tudo o que implica.

Datas importantes a registar:

  1. A partir de 1 de Julho de 2023 as propriedades UA3 vão deixar de recolher dados. Vai poder ver os dados recolhidos até essa data na conta de UA3 durante algum tempo, até que passa a ficar totalmente descontinuada.
  2. Se tem uma conta de 360 Universal Analytics vai poder ainda recolher dados até 1 de outubro de 2023.
  3. A partir destas datas, a recolha de dados vai passar a ser efectuada apenas por propriedades de GA4.

Como tal, é fundamental activar já a nova versão, e vamos explicar porquê agora e não mais tarde.

Porque foi criada uma nova versão GA4

Esta nova versão, lançada em outubro de 2020, é uma versão que nasce da necessidade de adaptação da ferramenta às alterações legais causadas pelo RGPD, tendo sofrido bastantes alterações até chegar aos dias de hoje. Além disso é alterada toda a lógica de recolha de dados, passando a colocar no centro o utilizador e as suas acções no website ou app.

Google Analytics 4 - Nova versão

Google Analytics 4 – Vantagens e diferenças

Vamos enquadrar um pouco as principais diferenças entre as duas versões, para que possa compreender quais as vantagens e o que esta traz de novo.

1. Modelo de recolha de dados do Google Analytics 4

A principal alteração do GA4 prende-se com o novo modelo de recolha dados com base em eventos realizados pelos utilizadores.

Ao contrário do Universal Analytics que se baseia em sessões.

Um evento está relacionado com a interacção dos utilizadores, desde o mais simples evento de carregar uma página específica. Tudo é registado como evento. Aos eventos vai poder adicionar dados extra, consoante as suas necessidades.

2. Recolha de dados entre diferentes dispositivos

A nova propriedade GA4 permite-lhe a recolha de dados não só de websites, mas também de apps de forma a ter uma visão mais unificada de todos os dados.

Se utiliza o Firebase Analytics para rastreamento de uma App, agora já pode sincronizar os seus dados com a sua conta de GA4.

3. Eventos automáticos

No GA4 alguns eventos já são recolhidos de forma automática sem que tenha de os configurar: visitas de páginas, scroll na página, interacção com vídeo entre outros.

No UA3, eventos como ver um vídeo tinham de ser configurados por si.

Se tinha objectivos configurados no UA3 terá de os recriar novamente como eventos.

Google Analytics 4 - Eventos

4. Privacidade

O IP dos utilizadores passa a ser anonimizado por defeito e não fica registado, ao contrário do UA3 que era opcional e tinha de configurar para ser anónimo.

Segundo indicações da Google algures durante 2023 esta nova ferramenta deixará de utilizar cookies de forma definitiva seguindo as melhores práticas para efeitos de RGPD.

5. Relatórios customizados

Aqui é onde vai notar a maior alteração. Os relatórios levaram uma grande reformulação comparando com o Universal Analytics a que estava habituado.

Vai deixar de ter inúmeras vistas e relatórios automáticos, mas poderá configurar relatórios customizados com as métricas que fazem mais sentido para a realidade do seu negócio.
Por defeito tem um relatório simples em Tempor real, e alguns mais gerais. Mas permite ao utilizador criar relatórios com os dados que precisa.

Para começar pode explorar os templates de relatórios que existem e ver se são o que precisa, ou então pode criar um relatório à sua medida. Infelizmente esta ferramenta é para utilizadores mais avançados e já com alguma experiência em GA4. Para principiantes a curva de aprendizagem e algo longa.

Desta forma consegue visualizar melhor e mais rapidamente as informações que realmente lhe interessam.

Aproveite já para começar a compreender como criar os melhores relatórios de acordo com as suas necessidades para poder continuar a avaliar os dados como mais precisa.

Google Analytics 4 - Relatórios

6. Métricas

O GA4 traz o fim da taxa de rejeição, que tantos utilizadores não conseguiam compreender a 100%.
Agora passamos a ter novas métricas em substituição:

  • Taxa de interacção: percentagem de sessões com interacção;
  • Sessões com interacção: são apenas sessões com mais de 10 segundos com a sua página ativa ou com interacções com a app, caso contrário não é uma sessão contabilizada;
  • Sessões com interacção por utilizador: média de sessões com interacção por utilizador;
  • Tempo médio de interacção: O tempo médio que os utilizadores mantêm aberto e interagem com o seu site ou app.

7. Google Ads

A integração com Google Ads é optimizada, criando públicos-alvo personalizados, com base no comportamento dos utilizadores no seu website.

Se tiver o Google Ads integrado, esses públicos são automaticamente guardados no Google Ads.

8. AI e Machine Learning

E como não podia deixar de ser, já inclui inteligência artificial (AI) e machine learning mais desenvolvida, permitindo prever comportamentos e factores importantes que levam os seus utilizadores à conversão. Desta forma vai ajudá-lo a optimizar da melhor forma as suas campanhas e acções de marketing digital.

Ao criar a nova propriedade de Google Analytics 4 associada ao site onde já tem a propriedade de UA3, para já não perde nada do que já tem nos seus relatórios e vai ganhar outro tipo de análise de dados.

Vai passar a ter acesso a relatórios sob outra perspectiva.

O GA4 tem o foco no utilizador / consumidor

Com todas as novidades e diferenças acima descritas, conseguimos compreender o porquê de tanta alteração. Os novos insights vão permitir verificar mais facilmente o caminho ou opções de caminhos, que um utilizador percorre até chegar à conversão.

E com isso identificar quais as melhores acções em cada momento para determinado tipo de utilizador.

A importância de activar o Google Analytics 4 já

Uma vez que o UA3 vai ser descontinuado, é importante que se comece a ambientar e a compreender como funciona o GA4 desde já, para não ter de fazer a transição em cima da hora sem compreender os novos relatórios e recolha de dados.

Quanto mais cedo configurar e instalar esta nova versão de Analytics no seu site, mais tempo terá para se preparar e obter um maior histórico na sua nova propriedade.

Activar já o GA4 é importante para:

  1. Aprender a trabalhar na plataforma
  2. Configurar os eventos qque são importantes para si
  3. Criar relatórios consoante o que necessita
  4. Obter dados para criar públicos-alvo relevantes
  5. Obter um histórico desde já para não chegar a Julho de 2023 e ver um GA4 sem dados do passado para comparação.

Ter um histórico de dados é fundamental para conseguir tomar as melhores decisões e mais rapidamente.

Note bem: todos os dados de histórico e relatórios que tenha no UA3 não serão migrados de todo para o GA4. Mas ao activar o GA4 não perde nada do que já tem no UA3, e não só pode como deve manter activo o UA3 até à sua extinção, uma vez que o GA4 ainda está a ser optimizado até se tornar a norma.

Preparação inicial para o GA4

Quando decidir fazer a migração de propriedade reveja a informação que já tem e quais as que utiliza com frequência ou que fazem mais sentido para o seu caso. E assim consegue definir melhor os eventos que vai querer analisar no GA4.

Lembre-se que ao dar mais autonomia na criação de relatórios, como já referimos acima, deixa de ter tantos relatórios e deverá ver quais os que ainda necessita criar, para o ajudar a interpretar os dados e tirar melhor proveito desta plataforma de análise de dados e comportamentos.

Resumo: implemente já o novo GA4 e ganhe tempo:

  1. Tenha tempo para se adaptar à nova forma de tracking do GA4 e aprender a criar relatórios à sua medida.
  2. Implemente e optimize todas as configurações à medida, tendo em conta o já tinha na propriedade anterior, e com tempo para aprender e corrigir sempre que verifique que algo não está a ser rastreado como pretendia ou a dar-lhe os dados que precisa.
  3. Aprenda a ler os novos relatórios e o seu significado, uma vez que a lógica de recolha de dados é diferente e com base em eventos realizados.
  4. Comece desde já a criar um histórico de visitas na nova propriedade para quando o UA3 for descontinuado e desactivado consiga avaliar melhor a evolução dos dados dos seus utilizadores, e não ficar com uma conta sem quaisquer dados de análise.
  5. Aprenda as novas formas mais flexíveis de rastrear dimensões mais específicas que podem ter interesse para o seu negócio, optimizando as suas acções de marketing e Google Ads.
  6. Passe a recolher de imediato, além de Page Views, eventos como: scroll nas páginas, vídeo engagement, download de ficheiros e pesquisa no site, sem perder mais tempo com configurações.

Não precisa de ter medo em activar desde já o GA4 pois a sua conta de UA3 vai manter-se tal qual está até ao Google decidir desactivá-la por completo.

Temas: Websites

Subscreva a nossa Newsletter

Fique a par de todas as nossas novidades subscrevendo a nossa newsletter.
Fica registado na nossa lista "Magaworks® Newsletter" mas pode, em qualquer momento, alterar os seus dados ou cancelar a sua subscrição.

Para saber mais leia a nossa Política de Privacidade.

artigos relacionados